Retail First - Marketing de influência em tempos de pandemia COVID-19
  1. Home
  2. SHOPPER & UX
  3. Marketing de influência em tempos de pandemia COVID-19

Retail First - Grupo Toolbox

Grupo Toolbox

Postado em 08/06/2020

Número de likes do Artigo Marketing de influência em tempos de pandemia COVID-19 0

Número de Visualização do Artigo Marketing de influência em tempos de pandemia COVID-19 161

Número de Comentários do Artigo Marketing de influência em tempos de pandemia COVID-19 0

Nesse momento da crise do COVID, cada marca tem agido de maneira diferente e de acordo com suas necessidades e prioridades, mas é sem dúvida a hora de agir de forma comunitária e responsável e ajudarmos uns aos outros. Criadores de conteúdo e influencers entendem muito bem esse ecossistema de colaboração e relacionamento com a comunidade. Com base em resultados de pesquisa sobre marketing de influência e a pandemia, a BRUNCH e a YOUPIX apresentam sugestões no report “Marketing de influência em tempos de pandemia COVID-19” de como empresas podem ser conscientes e focadas em desenvolver a melhor comunicação de marca ao lado dos criadores de conteúdo. 

Com mais pessoas online durante a pandemia, houve um aumento de compras e consumo de conteúdo online, o que abre espaço para criadores de conteúdo serem os maiores aliados das marcas em momentos de crise, especialmente por terem laços de confiança estabelecidos com seus seguidores a medida que marcas devem aumentar seus esforços para conscientizar e construir confiança com seus consumidores. 69% das empresas consideram que o marketing de influência estratégico pode trazer resultados diferentes de qualquer outro tipo de comunicação.
De acordo com a pesquisa, desde o início da crise, marcas pausaram suas campanhas com influencers para reavaliarem e ajustarem suas estratégias. Em geral, as verbas para as parcerias permanecem, com 78,5% das marcas mantendo o investimento em marketing de influência. Verbas que foram realocadas, na maior parte dos casos foram para outros canais online como Social Ads, Google Ads e remarketing.

Mas como selecionar influenciadores para parcerias? Mais do que ter fit com o produto, marcas procuram, para esse momento, criadores que tenham fit com o território geral da marca (64,5%) e com proposta de valor (58,7%) próximo ao da marca e comunidades engajadas (45,7%). Apenas 12,3% das marcas acreditam que número de seguidores é uma característica importante na contratação de um criador para esse momento.

Com o tempo online aumentando, os feeds mudam o tom e os algoritmos passam a privilegiar conteúdo similar ao que cada pessoa costuma interagir. O melhor a fazer é respeitar sua comunidade e produzir conteúdo que, de alguma forma, a ajude nesse momento. Para os próximos meses, assuntos como saúde mental, tecnologia, divulgação cientifica, cuidados com a casa, o corpo e a alimentação terão grande relevância para o público.

O report sugere que marcas e creators foquem em três pilares para a comunicação durante a crise: conscientização, consumo consciente e comunidade, fortalecendo suas marcas e vendas com bases nesses pilares. Marcas e criadores podem e devem se ajustar ao território da confiança e criar conteúdo que fortalecem boas conversas com o consumidor, estimulando o consumo consciente. É um momento que traz oportunidades de fortalecer laços e gerar confiança com os consumidores.

Você gostou desse artigo?

Você gostou desse artigo?

DEIXE SEU COMENTÁRIO

MATÉRIAS RELACIONADAS